Medicina Integrativa o que é e como pode ajudar no tratamento da dor. 

Hoje temos mais um post informativo sobre o tratamento da dor! Escrito pela Dra. Susi Sudbrack.

Medicina integrativa é a prática da medicina que reafirma a importância da relação entre o paciente e o profissional de saúde. É focada na pessoa como um todo.  Se baseando em evidências e fazendo uso de todas as abordagens terapêuticas, profissionais de saúde e disciplinas adequadas para obter o melhor da saúde e cura (health and healing).

medicina-integrativa-o-que-e-eo-que-pode-fazer-para-o-tratamento-da-dor

Em pacientes com dor crônica, manter a boa saúde é muito importante. Um estilo de vida balanceado deve  incluir exercícios, dieta saudável, sono adequado e manejo do stress. Isso  facilita uma melhor qualidade de vida e um menor consumo de medicamentos. Um dos principais motivos desta visão de estratégias integrativas no tratamento da dor, é a diminuição de riscos. Principalmente no uso excessivo de medicações com sérios efeitos adversos. As práticas prevalentes no manejo da dor, que incluem o uso liberal de drogas, cirurgias, intervenções, não estão resolvendo adequadamente o problema.  Dado o crescimento desse grupo de pessoas formado por aqueles afetados pela dor crônica.

Existe uma necessidade real de mudança na cultura de nossos tratamentos.  Levando nosso foco mais para saúde e prevenção da doença, colocando o paciente como parte ativa no processo. Por essa ótica, aspectos nutricionais apresentam grande importância.  Porque você pode mudar a química do seu corpo cada vez que come. As escolhas dietéticas podem aumentar ou diminuir o estado inflamatório sistêmico. Uma excessiva inflamação, leva ao aumento de dano nos tecidos e dificulta os mecanismos de cura.

Dietas anti-inflamatórias, como a Dieta Mediterrânea e o baixo teor de carboidratos, melhoram as condições gerais de saúde. Por outro lado dietas compostas por muitos carboidratos levam a obesidade e estados pró inflamatórios. Estados esses relacionados com o aumento da dor crônica. Deficiências nutricionais estão relacionadas com estados de dor e são cada vez mais descritos na literatura. O déficit de Vitamina D, por exemplo, está relacionado com a dor músculo esquelética inespecífica e de difícil controle. Em recente estudo de revisão sistemática, foi demonstrada uma relação entre deficiência da vitamina D e dor lombar.

medicina-integrativa-o-que-e-eo-que-pode-fazer-para-o-tratamento-da-dor

Existe um crescente entendimento sobre a função do microbioma em nossa saúde. Trata-se de uma complexa comunidade de micróbios presente em nosso organismo, sendo mais densa no intestino. Em nosso corpo, existem 10 vezes mais células de micróbios do que humanas. O balanço destes microrganismos pode determinar saúde ou doença.  Por afetar a absorção de nutrientes, causando ou prevenindo situações como: permeabilidade intestinal excessiva, alteração imune que leva a fermentação não saudável no intestino e a disbiose.  Levando muitas vezes a dor abdominal e a um estado inflamatório em todo o organismo. Alimentos industrializados, drogas como omeprazol, corticoides e anti-inflamatórios, afetam negativamente nosso microbioma.

Técnicas que atuam no complexo corpo-mente atuam em mecanismos neurobiológicos conhecidos por envolver cognição, controle de emoções e comportamentos. Estas estratégias incluem mindfullness e outras práticas de meditação, biofeedback, yoga e outras técnicas que trabalham a mente e o sistema nervoso autônomo, como a acupuntura. Vários estudos tem demonstrado a utilidade destas técnicas dentro de protocolos para manejo da dor. Melhorando resposta do tratamento e diminuindo o uso de intervenções de maior custo e risco.

medicina-integrativa-o-que-e-eo-que-pode-fazer-para-o-tratamento-da-dor

A acupuntura é uma técnica milenar originária da China e explicada originalmente pela Medicina Tradicional Chinesa. Na última década, entretanto, um grande número de estudos de ciência básica, bem como clínicos vêm mostrando diversos mecanismos de ação responsáveis pelo efeito benéfico desta técnica. Mecanismos neuro-funcionais como: liberação de neurotransmissores, modulação do sistema nervoso central e periférico e inibição segmentar tem sido provados. Tais mecanismos fazem com que nosso sistema central encare de uma forma melhor e mais adaptada situações de dor crônica, diminuindo assim a sensibilidade central aumentada presente nesta situação.

Em um estudo publicado na conceituada revista Pain, em maio de 2017, que faz parte do Acupuncture Trialists’ Collaboration – um grupo multinacional de 29 pesquisadores, dedicados desde 2009, a analisar estudos de alta qualidade em acupuntura para dor crônica – foram incluídos aproximadamente 18000 pacientes nesta meta-análise. Mostrando uma diminuição significativa e sustentada por 12 meses nos escores de dor e consumo de medicamentos. As áreas de atuação da medicina integrativa são amplos e variadas. Entretanto o importante é usarmos todas técnicas de baixo custo e risco que beneficiem o controle da dor e que apresentem evidências científicas de seus efeitos.”

Dra. Susi Sudbrack

Cremers 15862
RQE 7411 – Nefrologia
RQE 19109 – Acupuntura

“Um pouco de minha história…

Sempre quis ser médica. Iniciei o meu curso na Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre, atualmente Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Não poderia ter escolhido melhor local. Nossa turma sempre foi muito unida e nos encontramos até hoje. Em dezembro de 2017 serão 30 anos!

Fiz residência em Clínica Médica e Nefrologia na Santa Casa de Porto Alegre.  Trabalhei com hemodiálise, mas descobri o meu verdadeiro dom ao entrar no curso de acupuntura do CESAC-RS/CMBA, especialidade que exerço há mais de 15 anos, com muita satisfação.

Também fiz o curso de extensão em Avaliação e Tratamento Interdisciplinar da Dor no Centro de Dor do Hospital das Clínicas da FMUSP, que serviu para complementar a formação.

Atualmente atendo em 2 consultórios e continuo em constante atualização através de congressos, simpósios, cursos, inclusive em áreas afins, para complementar a formação e, cada vez mais, melhorar o atendimento aos pacientes”.

Dra. Susi Sudbrack

medicina-integrativa-o-que-e-e-o-que-pode-fazer-para-o-tratamento-da-dor

www.susisudbrack.med.br

Consultórios:

  • Jardim Europa

Rua Antônio Carlos Berta, 475/1607 – POA- RS

Fone 51 3085 1555

  • Moinhos de Vento

Rua Padre Chagas, 415/401 – POA -RS

Fone 51 3092 2789

————x————-x—————–x—————-x——————x—————-

Muito obrigada Dra. Susi por dividir conosco um texto tão tão importante e informativo. Muitas mulheres 50+ muitas vezes não sabem o porque têm dor e o que fazer com a dor. A medicina integrativa o que é e o que pode ajudar no tratamento da dor, vem bem a calhar e trazer uma luz no fim do túnel .

Grande abraço!

Você também pode gostar:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

Comente pelo Facebook