Eu e o silicone é um depoimento sobre meu implante de silicone. Em 2006, fiz um implante de silicone nos seios. Minha vaidade falou mais alto e quis dar uma turbinada.  Até em função de melhorar minha auto-estima como mulher, pois após o nascimento de meus filhos, os meus seios que já eram pequenos, menores ficaram.

Minha prótese foi inserida no sulco sob o seio – retroglandular – até aí tudo bem. Há mais outras duas técnicas: em volta da aréola ou pela axila. Cada médico prefere uma técnica, dependendo da constituição física da paciente. Correu tudo bem, saí de lá super dolorida, porém feliz. E fiquei um mês longe das minhas caminhadas e da ginástica.

Porém, dois anos após a cirurgia, comecei a sentir que os meus seios estavam muito duros, mais que o normal.  E para dormir de bruços acabavam por me machucar. Consultei meu médico e ele me explicou que meu organismo rejeitou a prótese.  Ocorreu uma cápsula fibrosa que estava endurecendo, e por este motivo é que eu estava sentindo um pouco de dor. A saída era retirar esta prótese e colocar uma outra nova. Então, tive que retirar as próteses. Só que dessa vez o médico teve que colocar via retromuscular, ou seja, atrás do músculo, já que na retroglandular meu organismo rejeitou.

eu-e-o-silicone

Essa é a desvantagem de se optar pelo silicone, sempre há riscos. Outra desvantagem é a necessidade eterna da prótese. Agora, eu simplesmente não posso ficar sem o implante de silicone.  Porque depois de implantada, a prótese distende a pele e não há mais como voltar atrás. Caso eu quisesse remover o silicone, minha mama ficaria flácida e murcha. Então eu só posso substituir o modelo (o meu é perfil alto – 220 cc). Desta vez, optei por um perfil moderado e um pouco menor – 200 cc. Nestes casos, como o meu, a troca ou retirada é uma exigência de saúde.

eu-e-o-silicone

Agora, se você me perguntar se eu faria tudo de novo, eu diria que “não”. Não colocaria mais silicone. Porque nunca avaliei os riscos e nunca imaginei que meu organismo pudesse futuramente fazer uma rejeição. Se fosse hoje, eu optaria pelo mais seguro: muitos sutiãs de enchimento. Propaganda enganosa? Que seja, mas minha saúde hoje é prioridade e não penso somente na estética.

Não foi fácil esta retirada e substituição pela prótese nova.

A dor foi muito intensa. Isso que eu sou uma pessoa super tolerante a qualquer tipo de dor. A minha dentista que o diga. Pois ela sempre faz os procedimentos sem anestesia, porque sempre acho que não preciso e consigo tolerar qualquer dorzinha. Outro exemplo: durmo na depilação, sem problema nenhum. Mas dessa vez, fui atingida por uma dor tremenda.

eu-e-o-silicone

Minha cirurgia ocorreu pela manhã. Fui em jejum e me deram uma anestesia peridural. Fiquei com muito medo. As 10hrs, eu já estava acordada na sala de recuperação e a sensação que eu tinha era que um trator tinha passado por cima de mim. Tomei medicamento na veia (Tramal) que é um derivado de ópio e mesmo assim, senti que não adiantou nada. A dor não diminuiu. A enfermeira que cuidou de mim foi um amor de pessoa.  Delicada e super atenciosa e me tirava a pressão de meia em meia hora. O médico  me viu duas vezes e me explicou que o procedimento tinha corrido tudo bem. E que aquela dor era porque as próteses tinham sido colocadas atrás do músculo e por isso doíam mais.  E que também eu estava com dois drenos para evitar qualquer infecção.

A dor foi tão forte que achei que fosse morrer. As 17 hs, tive alta e meu marido me levou para casa. Fui me arrastando e cheia de medicamentos. Passei muito tempo na cama, apenas me levantando para ir ao banheiro e tomar um banho de gato. No outro dia voltei ao médico e ele retirou os drenos e me receitou um medicamento para dormir. Minha noite foi um pouco melhor, é claro que não pude me esticar, é precisei dormir semi-sentada e ficar com um sutiã especial por um bom tempo.

Pois é….se eu soubesse disso jamais colocaria  silicone. Ficaria “despeitada”, porém feliz e teria uma coleção de sutiãs com bojos de todos os tamanhos.

Cest la vie!

Vocês já passaram por uma situação como essa a que passei? Como foi a recuperação?

Deixe seu comentário!

Super beijo!

Você também pode gostar:

16 comentários

Comentário

Ola Janeisa!!! Passei por um situação quase igual. Tive que trocar minhas próteses por encapsular e o pior foi que o cirurgião plástico deixou sua assistente que na época estava fazendo pos graduacao fazer a colocação. Ficou mal colocado meu mamilo da mama esquerda ficou caido, enfim não ficou assimétrico. O procurei na época e disse que estava triste com o ocorrido e eu não sabia de nada ainda quanto a assistente dele. Ele disse que não era nada demais e que poderia refazer isso deslocando minha aureola mais para cima. Resultado, sai de la com medo e nunca mais mexi, ja tem 06 anos e nunca mais se for possível mexerei. Concordo com você, se eu soubesse nunca teria colocado, apesar da primeira vez ter ficado ótimo e não ter sentido nada. Não recomendo a ninguém. Um beijo!

Comentário

Oi Maria, pois estes erros e problemas são mais frequentes do que a gente pensa. Eu resolvi deixar este meu depoimento, até pra as outras mulheres verem que não acontecem só com elas, acontecem com muitas. A gente acaba indo em uma onda de modismo e não mede as consequências e depois se arrepende porque passa por situações de riscos que eram completamente desnecessárias. Um beijo querida!

Comentário

Concordo plenamente contigo, e agora a moda é seios pequenos! Ainda bem!!!!

Comentário

Oi Nine, é verdade! A Rachel minha dermato também se arrepende de ter colocado e diz que vai tirar. Beijos!

Comentário

Agora que não ponho mesmo, Jan. Meu sonho depois desse seu depoimento, já era, foi embora. Ficarei com os meus murchinhos mesmo. Ai que triste! Melhoras pra você, amada.

Comentário

Oi Janeisa, também tive problemas com minhas primeiras próteses de silicone, inclusive uma TEP (trombo embolia pulmonar). Lendo teu depoimento me veio na memória tudo o que passei, quase não ficando o Natal com meus filhos pequenos na praia, só pude ir prometendo que iria fazer repouso o tempo todo. Mas tu acredita que sou tão doida que passados dez amos voltei no médico e pedi pra trocar por maiores? Tadinho do cirurgião, a preocupação dele comigo foi tão grande que me prescreveu exames de todo tipo, foi dedicadíssimo e deu tudo certo!
Maa concordo contigo, é muito arriscado, uma agressão ao nosso organismo seja qual for a maneira por onde colocam. Eu até que era engraçadinha despeitada, kkk.

Comentário

Fiquei tocada com seu relato. Obrigada por dividir sua experiência e suas conclusões conosco. Beijos!

Comentário

Oi Denise, obrigada pelo feedback. Fico feliz em poder alertar e ajudar.Beijos

Comentário

Oi Gilzelia, obrigada! Mas estou muito bem hoje. Isso aconteceu há 11 anos atrás. Fiz este depoimento para contar meu drama , no sentido de alertar outras mulheres. Beijos querida.

Comentário

OI Lucinda, imagino que a tua vaidade falou mais alto e a gente acaba esquecendo do que passou. Eu além de ser “despeitada”um era virado para a direita e outro para a esquerda, eram completamente separados km, mas hoje com tanto sutiã que dá um jeito nos peitos, eu ficaria muito bem vestida. Beijos querida!

Comentário

Olá, eu também tive problema com o implante só que o caminho foi o inverso do seu, eu primeiro coloquei a prótese atras do músculo porque foi uma dica da minha ginecologista já que tenho cistos nos seios e esta técnica seria mais segura se tivesse, no futuro, que fazer algum procedimento. Além disto eu sou muito magra e a prótese fica mais evidente para o meu biotipo. O médico não me disse que cirurgia era IMENSAMENTE dolorida e que não dominava a técnica. Depois de uma recuperação doloridissima a prótese ficou horrivel (fora do lugar, o bico do meu seio ficava olhando para baixo) e depois de 3 meses tive que tirar as próteses e colocá-las acima do músculo. Desta vez a recuperação foi super tranquia. Os médico nem sempre são honestos para apontar riscos e usam eufemismos do tipo Desconforto ao invés de dizer DOR INSUPORTÁVEL. Eu fiz a cirurgia porque tinha muita vergonha dos meus seios e porque segui o roteiro completo de quem quer se candidatar a tal procedimento. O médico foi recomendado por alguém que já tinha ss submetido aos seus serivços, me certifiquei que ele possuia licença para cirurgia plástica, fiz todas as perguntas que eu julguei necessária porém o médido não foi honesto comigo nas suas respostas. Existe um risco inerente que foi o seu caso e há o risco de ser vitima da arroganica de médicos que mesmo sem ter a ténica suficiente te usam como cobaia.

Comentário

Oi Mari, sim é verdade. É muito pior ser vitima da arrogância e onipotência de médicos que acham que podem e sabem tudo. Mulheres como nós somos cuidadosas, nos certificamos bem daquees a quem vamos nos subeter a qualquer procedimento, seja estéticos ou de saúde e muitas vezes acontecem riscos que poderiam ser evitados. Depois do feito, é tentar corrigir e seguir em frente. Ainda bem que alertas como o seu e o meu servem de exemplos para muitas outras mulheres. Grande beijo e seja sempre bem-vinda aqui no blog!

Comentário

Coloquei prótese tem três meses e me arrependi tbm. Porém andando pesquisando muito, não é verdade que as próteses não podem ser Removidas, é justamente como vc disse, a pele se distende e após a remições a paciente pode necessitar (ou não) de fazer mastopexia, depende muito da elasticidade da pele, da idade da paciente, o tamanho do implante e o tempo de uso!

Comentário

Oi Jo, pois é, ontem mesmo falei sobre isso com uma amiga. Disse que além de todo o risco e sofrimento não fiquei satisfeito com o tamanho da prótese, acho que ainda poderia ser um pouqunho menor. Porém, são os ossos do ofício. Mas muito boa sorte pra vc. Depois me conta sua decisão final. Beijos e obrigada pelo seu comentário.

Comentário

Você conhece o perfil do Facebook: “Doença do Silicone – Apoio ao Explante” ? entre no perfil (tem no instagram tambem..) há muitos relatos como o seu…o silicone é um objeto estranho, o corpo rejeita desde que é colocado. Espero que vc se recupere!

Comentário

Oi Isaura, graças a Deus já me recuperei sim. O post foi para contar o que ocorreu comigo e serve de alerta para que outras possam se dar conta dos riscos do implante. Obrigada pela sua visita e comentário!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

Comente pelo Facebook